5 December 2018

Federação interpela Município de Lisboa

Vereadores escutam alertas e propostas do Setor
Article Image

No desenvolvimento do seu trabalho de contacto próximo com o Poder local, a Federação Portuguesa do Táxi (FPT) enviou pedidos de agendamento de reuniões com os partidos com assento na Assembleia Municipal de Lisboa, tendo já ocorrido reuniões com os vereadores do CDS-PP, em 27 de novembro, e do PCP, em 3 de dezembro.
Nas agendas destas reuniões estiveram em apresentação e debate algumas questões que a Federação considera importantes, quanto à interacção do Setor do Táxi com as Autarquias: o regulamento para as praças de táxi do Aeroporto Humberto Delgado e dos Terminais de Cruzeiro; o funcionamento do Grupo de Trabalho da Comissão de Promoção do Transporte Público, que funciona no âmbito da Direção Municipal da Mobilidade, no Departamento de Gestão da Mobilidade; e a descentralização de competências para as Câmaras Municipais do acesso, controlo e fiscalização dos transportes em veículo ligeiro descaracterizado a partir de plataformas eletrónicas (TVDE).
Nas reuniões foram também expostos outros assuntos relacionados com a função dos táxis no sistema de transportes públicos da capital e com as necessidades do Setor nesta fase de alterações para melhoria da mobilidade.
Os vereadores manifestaram a sua recetividade para as propostas da FPT, garantindo o apoio para a criação do regulamento para as praças de táxi do Aeroporto e dos terminais de cruzeiro.
Face à referida a insatisfação da FPT perante a constatação da inoperacionalidade do Grupo de Trabalho da Câmara Municipal de Lisboa, ambos os vereadores se disponibilizaram para indagar sobre a matéria no seio da Câmara.
Sobre a gestão das TVDE pelas autarquias, com reforço futuro das competências do Poder Local para o efeito, através da legislação sobre a descentralização, ainda em fase preparatória, os vereadores também expressaram a sua concordância a apoio.
A FPT entregou ainda a cada vereador documentação sobre as propostas para a modernização e rentabilização do Setor.

Voltar à Homepage

Back to Top