23 August 2017

Queremos justiça através do Poder Local

Eleições Autárquicas 2017 e Setor do Táxi
Article Image

Com a campanha eleitoral para as Autárquicas 2017 prestes a iniciar-se, a Federação Portuguesa do Táxi está a contactar as forças políticas que apresentam candidatos ao Poder Local, para que se pronunciem sobre o Setor e relativamente a como vão interagir com os industriais no próximo mandato.
Não se trata de receber as promessas políticas expressas nos programas eleitorais das candidaturas, mas sim de conhecer que compromissos emanam dos partidos acerca dos táxis e das pessoas que vivem desta atividade.
Em 1 de outubro estão em jogo também as nossas expetativas, dependentes do poder do voto dos cidadãos. Estão em causa os nossos direitos enquanto industriais e profissionais de um Setor que tem visto, com indignação, adiado o simples cumprimento da Lei da República.
É sabido que o poder Autárquico é fulcral para que nos seja feita justiça. As Autarquias gerem verdadeiramente os transportes de passageiros, as animações turísticas e outros operadores e têm a autoridade, através das Polícias Municipais e outros organismos, para combater a ilegalidade, nomeadamente a que é impunemente reiterada pelas plataformas digitais, que violam também, e continuamente, a concorrência no mercado. É no Poder Autárquico, mais próximo dos cidadãos do que qualquer outro, que é possível deter a atividade ilegal dos clandestinos.
A FPT, consciente da extrema importância que as Autarquias têm na eficaz regulação dos sistemas de transportes dos municípios, da mais pequena aldeia ao grande centro urbano, apela aos seus associados e a todos os industriais do Setor para que exerçam o seu direito de voto, contribuindo para que a sociedade portuguesa assegure mais justiça e equidade a todos os seus cidadãos, ouvindo o Setor e fazendo cumprir a Lei da República Portuguesa.
Para reivindicar, há que participar civicamente.

Email enviado aos partidos:
Click aqui

Voltar à Homepage

Back to Top