1 February 2017

Loures poderá ter “fórum municipal permanente” para diálogo com o Setor

Reunião com Câmara Municipal de Loures
Article Image

Na continuação do contacto com as autarquias, a Federação Portuguesa do Táxi participou numa reunião de trabalho com o vice-presidente da Câmara Municipal de Loures, Paulo Piteira, no dia 31 de janeiro.
Na reunião, a FPT apresentou a questão dos ilegais e clandestinos, táxis que, estando licenciados noutros concelhos, realizam serviço no concelho de Loures, bem como abordou a preparação da legislação que enquadre as plataformas digitais que atualmente transportam passageiros ilegalmente.
A FPT realçou que, à semelhança do que tem sido realizado noutros municípios, a CM Loures poderia criar uma estrutura para que o diálogo com o Setor fosse regular e profícuo. Por parte da edilidade o acolhimento foi total, acrescentando que um futuro “fórum municipal permanente” poderia reunir os representantes dos vários setores dos transportes e as forças policiais e de segurança, num esforço conjunto para melhorar o concelho nesta e noutras áreas como o estacionamento e circulação viária.
Falou-se também da sensibilização necessária junto da Polícia Municipal e da PSP para o cumprimento integral da Lei 35/2016, de 21NOV, por forma a penalizar efetivamente os transportadores ilegais que atuam no concelho.
O vice-presidente da autarquia sublinhou que “temos que dar muita atenção aos vossos assuntos, pelo que agradecemos as informações que nos chegaram nesta reunião”, acrescentando que há a possibilidade de atualizar o regulamento camarário sobre os táxis, e evidenciando ainda a disponibilidade do Executivo municipal de receber outras propostas que ajudem a melhorar o serviço público prestado às populações (táxi coletivo, entre outras). Paulo Piteira saudou também a discussão pública sobre os transportes e sobre o Setor que a Federação realizou, pois as manifestações dos táxis trouxeram para o espaço público uma discussão útil.
A FPT deixou o documento com as suas propostas para a revitalização e modernização do Setor e tomou conhecimento do compromisso da autarquia para, através da Polícia Municipal, reforçar a fiscalização sobre os ilegais no concelho, dando total cumprimento à Lei 35/2016.
A Federação esteve representada pelo presidente Carlos Ramos, pelo vice-presidente José Rosado da Rosa e pelo delegado e presidente da Cooptáxis Loures, Pedro Nunes.

Voltar à Homepage

Back to Top