9 February 2018

Procuradora-Geral da República “mais sensível” à situação do Setor

Após a reunião com a Procuradora-Geral da República, a FPT e a Antral decidiram desconvocar o Desfile do Descontentamento marcado para a próxima quinta-feira, 15 de fevereiro.
Article Image

A Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal, garantiu que está “mais sensível” à situação do Setor do Táxi, sublinhando que já pediu informação sobre os processos judiciais em curso, para análise. A Procuradora-Geral da República solicitou a reunião com as Associações representativas do Setor do Táxi, FPT e Antral, no seguimento da anunciada marcha dos membros do Setor, que foi entretanto desconvocada. O desfile dos industriais e profissionais do Setor teria como ponto terminal a PGR, em Lisboa.
Joana Marques Vidal assegurou que, dentro das competências da PGR, está disponível para continuar a ouvir o Setor e as suas Associações, nomeadamente quanto à informação que possam enviar sobre a tramitação dos processos. A Procuradora-Geral referiu que o acórdão do Tribunal de Justiça Europeu poderá dar nova interpretação orientadora nesta matéria.
Da reunião, ficou clara para as Associações a conclusão de que está a ser efetuado um levantamento sobre os inquéritos pendentes, pois “a senhora Procuradora-Geral informou que, dentro das suas competências e capacidade de resposta, está a actuar”, referiu Carlos Ramos, presidente da FPT.

Voltar à Homepage

Back to Top