4 January 2018

Reunião com o vereador da Mobilidade da CM Lisboa

Propostas da FPT em análise num diálogo de “boa relação institucional”
Article Image

A Federação Portuguesa do Táxi foi recebida pelo vereador da Câmara Municipal de Lisboa para a Mobilidade, Miguel Gaspar, no dia 3 de Janeiro, em Lisboa. Na reunião de trabalho, a Federação e o autarca discutiram as propostas da FPT para a modernização e revitalização do Setor do Táxi.

A Edilidade pretende retomar o trabalho quanto à elaboração do regulamento das praças de táxi do Aeroporto Humberto Delgado e dos terminais de navios de cruzeiro da capital, sendo informado que a Autarquia vai avançar em breve com uma proposta concreta para a mobilidade na cidade de Lisboa.

Sobre o Grupo de Trabalho da Mobilidade, que reúne mensalmente com os responsáveis do Setor do Táxi e dos Transportes e com os representantes das autoridades policiais e de segurança, a Câmara Municipal de Lisboa salientou que pretende melhorar o seu funcionamento, acrescentando que a vereação da Mobilidade também participará nas respetivas reuniões. Foi também solicitada informação sobre a situação de algumas praças de táxi que carecem de atenção mais premente, em pontos-chave da cidade. A Federação salientou ainda que a sua representação no Grupo de Trabalho vai passar a ser desempenhada pelo dirigente Américo Azevedo, que substitui António Marques nessa função.

O vereador da Mobilidade, Miguel Gaspar, considerou que a Autarquia tem uma “boa relação institucional” com a Federação e conta com o Setor para estar no sistema de transportes e de mobilidade da Capital, numa perspetiva de evolução e de modernização.

Pelo seu lado, “a FPT está disponível para o trabalho futuro, para bem da cidade e do Setor”, sublinhou Carlos Ramos, presidente da Federação, que adiantou ainda que “é nosso objetivo propor medidas que solucionem problemas há muito existentes, sempre norteadas pela total transparência e em franca colaboração com o Município”. Carlos Ramos avançou ainda que a reunião motiva a crescente expetativa no Setor.

Voltar à Homepage

Back to Top