7 December 2017

CM de Vila Nova de Gaia dá razão à FPT

Reunião sobre o Setor do Táxi
Article Image

A autarquia de Vila Nova de Gaia deu razão às propostas da Federação Portuguesa do Táxi e decidiu que os táxis continuam a trabalhar por escala até ao próximo dia 1 de março de 2018 e que, após esta data, passam a trabalhar em regime condicionado, em todo concelho, pelo período experimental de seis meses.
A Delegação Norte da Federação Portuguesa do Táxi foi desta medida informada na reunião realizada na Câmara Municipal de Gaia, no dia 29 de novembro, para avaliação do regulamento de transportes em táxi para aquele concelho.
“Esta decisão vai ao encontro das expectativas do Setor e da proposta que a FPT apresentou”, salienta Carlos Lima, responsável pela Delegação Norte e vice-presidente da FPT, que recorda que este trabalho já está a ser desenvolvido com a autarquia de Gaia desde 1991, com as evoluções possíveis e que atinge agora um modelo, que tem sido defendido pela Federação, que gera mais estabilidade, fazendo a abertura à totalidade do concelho.
Sobre a altura a partir da qual vai vigorar o regime experimental, 1 de março próximo, Carlos Lima sublinha que “é importante que o arranque seja nessa data”, pois trata-se do “início de uma época de maior movimento turístico em todo o município”.
“Acerca deste assunto, a Câmara Municipal tem manifestado grande sensibilidade e tem ouvido o Setor”, remata.
Para além da avaliação sobre o regulamento, foram ainda abordados outros assuntos de interesse para o Setor e para o município, nomeadamente a atividade ilegal das plataformas digitais de transporte de passageiros em viaturas ligeiras, que provoca grande revolta no Setor e que tem sido continuamente denunciada pela Federação junto das entidades competentes. “A Câmara Municipal tem que ser informada sobre os ilegais, para que seja tomada posição clara e inequívoca para cumprimento efetivo da lei que proíbe a concorrência desleal e o transporte ilegal de pessoas”, realça o dirigente da FPT.
No encontro de trabalho com a edilidade, o responsável pela Delegação Norte e vice-presidente da FPT, Carlos Lima, esteve reunido com Patrocínio Azevedo, vice-presidente da Câmara Municipal, com o presidente da Táxis Coope de Gaia, com o vice-presidente da Antral, e com o presidente da Associação Defesa e Segurança dos Motoristas de Táxi do Porto.

Voltar à Homepage

Back to Top